Cachorro com depressão

O seu cão tem um olhar apático e retirado ou está constantemente a choramingar e aconchegar-se para o conforto? Bem, não basta ignorar esses sintomas como um dos dias de preguiça ou entediados para seus cães. Se você encontrar o seu cão de estimação com estes sintomas, então isso pode sinalizar ansiedade e depressão em seu cão. Cachorro com depressão

Semelhantes aos sintomas de depressão em seres humanos, a depressão do cão é sinalizada por períodos de inatividade, do comportamento retirado e duma mudança nos hábitos normais do cão. Na maioria das vezes, os veterinários não conseguem descobrir os gatilhos emocionais e psicológicos dos problemas, uma vez que podem variar para sintomas dos cães individuais. No entanto, as causas mais comuns da depressão em cães são mudanças ambientais, ansiedade de separação, problemas físicos ou até mesmo tédio puro.

Identificar as causas.

Mudança brusca, como a chegada de um novo animal de estimação ou a morte ou se afastando de uma pessoa pode resultar em que o cão se torna deprimido e triste. Na verdade, os veterinários acreditam que qualquer tipo de mudança ambiental pode desencadear a depressão. A morte de outro cão da família ou do proprietário acredita-se de ser uma das principais causas de depressão canina. Às vezes uma mudança no cenário, movendo-se para um novo local ou a chegada de um novo bebê ou dum animal de estimação pode resultar em seu cão deprimido longe para os dias, pois a atenção é deslocada para o novo membro.

Ansiedade de separação em cães também é um disparador comum da depressão.

Além destes, determinados problemas de saúde do cão podem causar uma mudança repentina no comportamento do cão e subsequentemente levar à depressão. Mudanças climáticas extremas, como longos períodos de mau tempo podem resultar em ansiedade e mau humor constante em cães. Não fazendo nada, não sendo capaz de exercer e longos períodos de estar sozinho também são algumas das causas comuns.

Os sintomas da depressão em cão.

Semelhantes aos seres humanos, os sinais de depressão nos cães incluem dias de mau humor e rabugento, o comportamento do cão apático. Alguns dos sintomas comuns incluem:

Perda de apetite;

Perda de peso drástica;

Letargia;

Prisão de ventre;

A redução no consumo de água;

Sonolência excessiva;

Nenhum desejo de jogar;

Perda de interesse em atividades e brinquedos;

Movimento lento;

A perda de cabelo;

O comportamento agressivo;

Comportamento inquieto e ansioso;

Iniciando o tratamento da depressão canina.

Cachorro com depressãoTudo começa com muito amor. Embora pareça banal, mas a maioria dos cães se recupera de depressão e ansiedade  com um pouco de amor e cuidado dentro de alguns meses. Mantenha o cão ocupado, deixe-o com exercício e dentro de alguns dias o cão vai ficar bem. Passe algum tempo com o cão, enquanto exercício de sua atividade favorita ajuda a mantê-lo entretido e feliz. Recompense o cão cada vez que ele parece feliz e relaxado. Isso reforça o bom comportamento. Se nada mais funciona e o cão começa a sofrer de depressão crônica ou prolongada, em seguida, deve levá-lo para um check-up com o veterinário para verificar qualquer doença ou desequilíbrio químico que pode ser tratado com medicação. Alguns veterinários recomendam medicamentos antidepressantes a curto ou longo prazo.

É importante notar que não se pode esperar milagres quando se trata de um problema psicológico como depressão em cães. Pode levar dias, até meses, para que o cão retome suas atividades normais. Enquanto isso cuide bem de seu cão e deve ajudá-lo a recuperar o seu amor e paciência.

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado.